Ort.: fructo, na edição princeps (por fruto ).
20 - rikbaktsa - Nomes alternativos: Aripaktsa, Erikbatsa, Erikpatsa, Canoeiro, Orelhas de Pau Classificação lingüística: Rikbaktsá População:.117 (Funasa - 2006) Local: Mato Grosso, confluência dos rios Sangue e Juruena, Japuira na beira do leste do Juruena entre os rios Arinos e Sangue, e Posto.Nosso comentário a III.77.1.Vivem no alto curso do rio Cairari, um afluente do Moju, que corre paralelo ao baixo rio Tocantins, pela sua margem direita.Paulo, abalou Almiramolim com toda a sua gente e chegou a Santarém" (Duarte Galvão, cap.Levantam nisto os Perros o meninas procuram caras bogota alarido Dos gritos; tocam a arma, ferve a gente, As lanças e arcos tomam, tubas soam, Instrumentos de guerra tudo atroam!É Aníbal, célebre inimigo dos Romanos, a quem ganhou a batalha de Canas, na Apúlia, 216.Atividade predominante : caça, pesca, mulheres solteiras em loja equador coleta de frutos e palmeiras Curiosidade : A organização cultural desse povo permanece intacta, e praticam a cerimônia de Furação da Orelha.Seu corpo, entretanto, era uma delícia.Xetá, Héta, Chetá, Setá, Ssetá, Aré, Yvaparé e até Botocudo são as denominações pelas quais os Xetá podem ser identificados na literatura, relatos de viajantes e fontes documentais que tratam da presença de povos indígenas no espaço que hoje constitui o Estado do Paraná.Diversas crianças podem ser nomeadas durante esta cerimônia.O uso do babaçu é freqüente principalmente em tempos de penúria, quando usam o fruto para complementar a dieta.Molestus penoso, chocante; como se ela fosse tua pérfida inimiga.9 - kaapor - Nomes alternativos: Urubu, Kambõ, Urubu-Caápor, Urubu-Kaápor, Kaapor.Levanta o inimigo o cerco horrendo, Fiado na promessa e consciência De Egas Moniz; mas não consente o peito Do moço ilustre a outrem ser sujeito.
Waimiri atroari - Nomes alternativos: Kinja, Kiña, Uaimiry, Crichaná Auto-denominação: Waimiri Atroari Classificação lingüística: Karib População:.120 (PWA - 2005) Local: Amazonas, Roraima São uma etnia do tronco lingüístico Karib, cujo território imemorial de ocupação se localiza ao sul de Roraima e norte do Amazonas.




à cidade de Lisboa.A presença dos indígenas na Serra do Umã data provavelmente do século XIX.Os Diahói moram no rio Marmelos, os Karipuna no Posto Rio Jaci Paraná em Rondônia, os Morerebi no Rio Preto e Marmelos.141.2-7 "Um inconcesso amor.É admirável sua capacidade de conciliar costumes e valores tradicionais com idéias e práticas do mundo dos brancos, tais como aquelas ligadas à sustentabilidade socioambiental.259.) O comentador.Esta, pelo contrário, revestia-se com a famosa pele de leão do herói; "De Marco António a fama se escurece Foi a ligação de Marco António com Cleópatra, rainha do Egipto, que levou aquele à ruína.




[L_RANDNUM-10-999]