Paralelamente, um coronel vai ser julgado por ter matado a viúva que procura homem sua mulher com o amante.
Está considerado como um dos mais importantes escritores brasileiros.R.: Obra homónima escrita em 1971.:.Por outro lado, há histórias de tragédias.T.O.: O Auto da Compadecida (1999, 157 min., cor).Rebelados, os sete defuntos vão para o centro da cidade pedindo o enterro.Lá ele testemunha a chegada de um novo tempo, com o advento das modernas usinas de açúcar e as transformações económicas e sociais pelas quais passa a produção canavieira, mudanças que irão afetar a vida de todos.Iniciam, então, uma investigação para saber os motivos desse mistério dentro da sua própria casa.Em 2012 esteve proposto para o Prémio Nobel de Literatura desse ano.Podemos nos descobrir hoje.
Filmada em película, com locações nas honbre procura mulher ruas enladeiradas de Salvador, Pastores da Noite conta com um elenco excecional; Fernanda Montenegro é a cafetina-mãe Tibéria; Camila Pitanga, a sensualíssima Marialva; Leandra Leal é Otália, a prostituta romântica; Danielle Winits, a trambiqueira Beatriz e Rodrigo Santoro.
D.: Joaquim Pedro de Andrade.




A azul sinaliza que a mulher é bissexual.Com o material que recolhamos também podemos redigir uma monografia seguindo o modelo da Biblioteca do Trabalho de Freinet.A sua mãe foi educada com esmero, sendo professora da 1 à 4 séries.Ele nasceu na selva e de negro (Grande Otelo) virou branco (Paulo José).A verde é um passo a mais: Abertos a novas experiências.R.: Livre adaptação do conto Pai contra mãe.T.O.: Otália da Bahia-Os pastores da noite (1977, 132 min., cor, canções de Walter Queiroz).Trabalhou em jornais e formou-se pela Faculdade Nacional de Direito no Rio de Janeiro, em 1935.Muitos, sem saber o que fazer, passam por uma dura jornada, migrando para outras regiões em busca de uma vida melhor.Morreu em Portugal em 24 de janeiro de 1784.R.: Obra O Alienista (conto).

T.O.: Boca de ouro (1963, 103 min., preto e branco).
Em 1963, foi eleito por unanimidade membro da Academia Brasileira de Letras, tomando posse 4 anos mais tarde, em 1967, três dias antes de falecer.
T.O.: Fogo morto (1976, 88 min., cor).


[L_RANDNUM-10-999]