Misturavam-se duas coisas: o medo do desconhecido e a excitação diante da perspectiva de estar solteira e com tanta vida pela frente.
De um lado, existem as que se queixam tanto da falta de homens interessantes que estão fazendo concessões e saindo com quase qualquer.
Pode parecer clichê, mas fazer um curso ou uma aula de dança pode funcionar para levantar o astral.MC, no livro, você fala de Cecília, uma professora de inglês que trabalha muito anúncios de encontros feminino libertino, em haute vienne e não tem pique nem tempo de arrumar um namorado.M (hoje, o número de pacientes é 84 maior, isso equivale a somarmos o número de homens, que cresceu 64 ao de mulheres isoladamente, que cresceu 89).Depois de separada, você já passou por isso e pode optar por ser solteira ou se casar novamente.No cinema, aquele braço colado no seu não está mais ali.LF, procurar novos interesses, não necessariamente amorosos.Essa adequação a um novo momento é difícil.E, como o casamento não é fácil, tem muita mulher descobrindo que vive muito melhor sozinha.
Hoje, ela se satisfaz com qualquer um que saiba fazer três das operações matemáticas.




São muitas as exigências para que ele se encaixe no perfil de galã da novela das oito.Depois de tomar banho, fazer uma escova impecável e colocar uma roupa maravilhosa de grife com acessórios combinando, ela está esgotada.Um dos motes de 'Mulheres.' é o rompimento de uma relação amorosa e suas conseqüências.Hoje é possível tê-lo como amigo, que é o meu caso, e continuar uma relação de profundo carinho e respeito.LF, quando me separei pela primeira vez, era muito nova.Você acha que a vida da mulher moderna dificulta a procura de um companheiro?É como se a mulher precisasse viver esse rito de passagem para ser validada na nossa sociedade.Elas estão muito frustradas com esses 'ficantes' como encontrar o parceiro certo que não ficam, mas passam correndo por suas vidas.LF As mulheres, em tese, estão abertas ao sexo casual, mas o feminismo não conseguiu tirar o romantismo do DNA feminino.Aos 27 anos, não sabia se ficaria bem sozinha e, hoje, aos 54, tenho certeza de que dou conta de mim.Podemos então montar a seguinte equação: (h m).
MCO, essas mulheres só querem o bom do relacionamento.
Por que todas nós temos de ter vontade de nos casar e ter filhos?

E, além disso, os rompimentos antigamente eram muito drásticos.
No outro lado estão as mulheres que exigem demais.


[L_RANDNUM-10-999]